Vacina contra a dengue só deve chegar ao SUS no fim de 2024

Apesar de já ter sido autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a nova vacina contra dengue não chegará ao Sistema… [ ]

5 de julho de 2023

Apesar de já ter sido autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a nova vacina contra dengue não chegará ao Sistema Único de Saúde (SUS) com a mesma velocidade de entrega para farmácias e clínicas privadas de vacinação.

Integrantes do Ministério da Saúde afirmam que o imunizante desenvolvido pela farmacêutica japonesa Takeda ainda precisa passar por análises antes de ser incorporado à rede pública. O processo pode levar um ano.

O Ministério da Saúde deve esperar pelo menos até o final de 2024 para começar a distribuir uma vacina contra a dengue produzida pelo Instituto Butantan que ainda está em estudos, em detrimento de uma versão importada.

Segundo a apuração, o ministério está acompanhando a pesquisa da vacina nacional, mas ignorando a desenvolvida pelo laboratório japonês Takeda que já pode ser encontrada na rede privada por R$ 400 a R$ 500 a dose.

A versão importada tem uma eficácia geral de 80,2% contra qualquer tipo de sorotipo da dengue e pode ser aplicada em crianças acima de 4 anos, adolescentes e adultos até os 60 anos.

Em uma nota à imprensa, o Ministério da Saúde afirmou que “tem uma política de garantir a produção nacional, evitando a tragédia observada na pandemia da Covid-19, quando faltaram ventiladores e até equipamentos de proteção individual elementares”

Dados do Centro de Operações de Emergências de Arboviroses, o Brasil registrou 1,38 milhão de casos prováveis de dengue até o início do mês de junho, 22% a mais dos registrados no mesmo período do ano passado.

Alexandre Naime Barbosa, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), disse:

“Esperar uma vacina do Instituto Butantan pode custar vidas, principalmente dos grupos mais vulneráveis”. Estudos preliminares apontam uma eficácia de 79,6%, mas apenas nos sorotipos 1 e 2 – o 3 e 4 ainda não há resultados.

Via O Imparcial

0 Comentários

Deixe o seu comentário!